Massagem com Pedras Quentes

Nascida no oriente há mais de 2000 anos, inicialmente as pedras quentes eram muito utilizadas por monges tibetanos, principalmente nos períodos de jejum, pois segundo eles as pedras quentes colocadas sobre o estômago e abdômen, proporcionavam uma sensação de saciedade, diminuindo a fome e energizando o corpo, além de aliviar gastrites e controlar a ansiedade. Muitos outros povos também utilizaram os benefícios das pedras quentes. Na China, por exemplo, desde 2000 AC, as pedras aquecidas eram usadas para aliviar músculos cansados. Algumas comunidades indígenas esquentavam pedras ao sol e colocavam sobre o ventre de mulheres no período menstrual para amenizar as cólicas.    A massagem com pedras quentes é a união de técnicas de geoterapia, termoterapia, terapia corporal e aromaterapia. A união destas terapias ajuda a equilibrar o corpo, mente e espírito. A massagem com pedras quentes traz de uma forma eficiente e natural um bem estar, redução de estresse e qualidade de vida.

As pedras utilizadas nesta técnica, são pedras vulcânicas, como basaltos de amidalóides ou ágatas, por sua capacidade de conservar o calor por mais tempo, aquecidas entre 45 a 550C. Essas pedras são colocadas sobre os chakras (centros energéticos, nos quais há troca de energia do corpo com o ambiente e vice-versa) e também utilizadas para as manobras de massagem propriamente dita.Devido à união do calor com a massagem, essa técnica permite o alívio dos sintomas de TPM, o aumento da circulação sanguínea, aumento do metabolismo, relaxamento muscular, redução do estresse, entre outros. Assim, a massagem com pedras quentes é indicada em casos de dores musculares, relaxamento, estresse, insônia, depressão, ansiedade e re-equilíbrio energético.