Manipulação Vertebral

Manipulação vertebral consiste numa série de manobras cujo objetivo é fazer o realinhamento energético através da manipulação da coluna vertebral. Parte-se da premissa que as sub-luxações das vértebras provocam pinçamentos nas raízes nervosas que emergem entre uma vértebra e outra, interrompendo ou atrapalhando o fluxo nervoso, levando à uma patologia na região atendida por aquela raiz, seja uma estrutura, um órgão ou um membro(Por exemplo: dores lombares, dor na região dos braços ou pernas, dificuldades respiratórias, problemas de natureza digestória, etc.)

A manipulação vertebral, assim como a massagem, acompanha a história da humanidade. No momento em que o ser humano tocou uma parte dolorida do corpo e constatou que a manipulação do local poderia levar a um alívio, pôde ter verificado também a possibilidade de que o realinhamento das vértebras poderia consequentemente trazer alívio.

Com base em estátuas, figuras e relatos, conclui-se que todos os povos(Egípcios, gregos, chineses), desde a antiguidade, tiveram algum tipo de manipulação. Em 1895, Daniel David Palmer, um canadense, criou um sistema que acabou se difundindo pelo mundo com a criação de Faculdades de Quiropraxia(Chiropractic Colleges) e é o mais conhecido hoje em dia. Nos anos 70, o Dr. Eui Hak Choi, Médico Coreano, Doutor em Medicina Oriental, e Grão Mestre em HAP KI DO ( Arte Marcial Coreana) criou um sistema baseado nas manobras mais simples e menos agressivas encontradas nas técnicas mais conhecidas de Quiropraxia. Apoiando-se também em conceitos da Medicina Tradicional Chinesa que fazem ligação com o fato de que pela coluna vertebral passa um canal de energia(Meridiano) chamado DU MAI ou Vaso Governador, responsável por todos os canais de energia Yang do corpo. Assim, antes de tudo, a manipulação ajudaria a melhorar o fluxo energético, além do nervoso.

A Manipulação Vertebral é um grande auxiliar em qualquer tipo de tratamento, seja fisioterapia, massagem, acupuntura, homeopatia e mesmo a utilização de remédios alopáticos. Por exemplo: Numa lombalgia decorrente de pinçamento lombar, enquanto este estímulo negativo não for eliminado, o uso de anti-inflamatórios alivia os sintomas apenas durante o tempo de ação do remédio. Ao terminar o efeito, os sintomas voltam porque a causa da inflamação não foi resolvida.

A contra-indicação formal é a presença de qualquer patologia que venha enfraquecer seriamente as vértebras, como a tuberculose óssea, o câncer  ósseo, a osteoporose avançada. Por isso é recomendável o diagnóstico médico. Manipulação Vertebral: O caminho da postura correta.